Este artigo trata das fontes e ferramentas disponíveis na internet para os leitores interessados em investigar elementos da trama de “As Crônicas de Gelo e Fogo” e do mundo ficcional de George R. R. Martin.

Esta não é uma lista de recomendações, mas uma com os recursos elementares para qualquer pesquisa. Por essa razão desconsiderei sites, blogs e livros que analisem as obras de Martin.

Todos os recursos tratados aqui estão em língua inglesa porque não existem equivalentes satisfatórios em língua portuguesa.


1. A Search of Ice and Fire

As fontes primárias de todas as análises das obras de Martin são as próprias obras. A pesquisa em livros físicos é demorada e, com o mercado de livros digitais em declínio, a pesquisa eletrônica – muito mais rápida – estaria praticamente restrita a cópias piratas em arquivos PDF.

Possibilitar aos leitores escapar dessas armadilhas foi o principal trunfo da ferramenta desenvolvida por “mrdziuban”, nickname de Matthew R. Dziuban, engenheiro de software estadunidense. Construído como site de página única, com tecnologia Amazon Web Services, asearchoficeandfire.com é a melhor ferramenta de pesquisa em fontes primárias disponível online.

Nova Imagem
Pesquisando menções ao termo Stark apenas nos capítulos de Victarion em “O Festim dos Corvos”.

O site permite a pesquisa de termos ou expressões nos livros da série, com a possibilidade de filtrar a busca por livro e/ou personagem de cujo ponto de vista o capítulo é escrito.

A exibição dos resultados é feita de forma fragmentada. Apenas o parágrafo em que o termo aparece e os parágrafos imediatamente anterior e posterior são apresentados. Dessa forma, a ferramenta se vale do fair use e não viola os direitos autorais de George R. R. Martin.

A principal vantagem desta ferramenta em relação à pesquisa em arquivos de texto é que todos os resultados são apresentados em uma única lista, com as referências dos capítulos em que foram encontrados. A presença dos parágrafos anterior e posterior ainda permite que o pesquisador tenha uma ideia do contexto em que o termo ou expressão pesquisado aparece.

“A Search of Ice and Fire” é hoje considerada uma ferramenta disruptiva entre os leitores que debatem em fóruns ou mantém sites e blogs sobre os livros da série. À época de seu lançamento (início de 2015) houve críticas dizendo que o robô de pesquisas (search bot) da comunidade “/r/asoiaf” no reddit tinha as mesmas funcionalidades, porém Dziuban assim explicou as vantagens de seu site:

Eu me inspirei no bot de /r/asoiaf, mas eu queria um lugar em que pudesse facilmente pesquisar os livros sem ter que comentar no reddit. Além disso, com o site, você pode escolher o seu espectro de spoiler, enquanto que no reddit você está limitado ao espectro de spoiler do tópico em que você está [comentando].

Por fim, há que se destacar que todo o material disponível no site é considerado canônico, à exceção dos capítulos de “Os ventos do Inverno”, que são semi-canônicos.

 

2. The Citadel

O site Westeros.org é notoriamente a maior autoridade nas obras de Martin, especialmente em decorrência do longo e íntimo relacionamento que Elio Garcia e Linda Antonsson mantém com o autor.

O site é o maior repositório de conteúdo de alta qualidade com relação a Martin e seus trabalhos, mas nem todas as informações presentes no site são relevantes para pesquisa. De fato, no tocante a “As Crônicas de Gelo e Fogo”, é a seção do site chamada “The Citadel” que é especialmente importante.

thecitadel
“A Cidadela” e suas subseções

Batizada em referência à Cidadela em VilaVelha, a seção se propõe a ser um arquivo de conhecimento relativo à série de livros, dividido em 5 subseções. Ocorre que a natureza dessas subseções é variável, tal qual sua canonicidade.

Em “Concordance” existe uma compilação de anotações organizadas sobre determinados temas tratados nos livros. Na subseção “FAQ” encontra-se uma lista de perguntas frequentes relativas à trama dos livros e ao site. Por sua vez, em “Prophecies” estão reunidas todas as profecias (em sentido amplo) tratadas no livro.

O ponto em comum entre essas subseções é que elas consistem em meras compilações de conteúdo, ou seja, são fontes secundárias de informação, sem canonicidade em si mesmas, servindo apenas para a consulta rápida das informações espalhadas ao longo dos livros (entretanto, como veremos adiante, mesmo nesse quesito outra ferramenta do próprio Westeros.org esvaziou bastante a importância dessas subseções).

As outras duas subseções, todavia, são de natureza e importâncias distintas das demais. Em “Heraldry” estão relacionados os diversos brasões e lemas de casas nobres, cavaleiros e ordens em Westeros. Não somente aqueles apresentados nos livros, mas também muitos inéditos, fornecidos por Martin a Elio e Linda para embasar o jogo “Blood of Dragons“, até hoje hospedado no site.

Por sua vez, em “So Spake Martin” (“Assim falou Martin”, em português) – mais conhecida pelo acrônimo “SSM” – estão reunidas diversas entrevistas, discursos, conversas em eventos, correspondências com fãs e anúncios de Martin. Em geral, as declarações de Martin nesses contextos muitas vezes são inéditas e servem para explicar ou complementar informações dos livros, no que não os contradigam.

Portanto, essas duas subseções são fontes tanto primárias quanto secundárias, mas, em geral, com valor semi-canônico.

 

3. O aplicativo George R. R. Martin’s A World of Ice and Fire

O conteúdo e o valor canônico deste aplicativo foi investigado de forma exaustiva em outra postagem.

 

4. Pesquisa Google em fóruns específicos

À princípio, fóruns de discussão não constituem fontes confiáveis de pesquisa. É claro que sempre pode-se argumentar que neles é possível obter indicações de fontes úteis, mas essa vã esperança não justificaria a menção desse tipo de site na presente lista.

Ocorre que o fórum do site Westeros.org e da comunidade /r/ASOIAF/ do reddit são exceções a esse princípio, haja vista que não raro são fontes de informação semi-canônica. De fato, só para um exemplo já apresentado neste blog, Elio Garcia usou tanto o reddit quanto o mencionado fórum para comentar sobre erros na confecção dos mapas de “As Terras de Gelo e Fogo”.

googlewesterosreddit
À esquerda, pesquisa avançada do Google no fórum do site Westeros.org. À direita, pesquisa do Google com sintaxe na comunidade /r/ASOIAF/ do reddit.

Dessa forma, esses sites não servem apenas para debates irrelevantes entre fãs, mas como interface entre pessoas envolvidas em projetos de Martin e o público, registro de relatos em primeira mão de aparições de Martin em convenções, registro de resenhas de leitores que tiveram acesso a manuscritos ou versões raras dos livros ou  ao desenvolvimento de debates sobre erros nos livros que serão levados a conhecimento dos editores.

Contudo, como ambos os sites têm ferramentas de pesquisa complicadas, a busca deve ser feita através do Google, restringindo o âmbito de pesquisa aos domínios em questão. Isso pode ser feito de duas formas, conforme visto na imagem acima: 1) preenchendo o campo “site ou domínio” da pesquisa avançada do Google com o endereço do site desejado; 2) escrevendo “site:[endereço do fórum desejado]” logo após o termo buscado na pesquisa normal do Google.

Se as informações forem prestadas por fontes confiáveis e pertinentes, a informação seria considerada semi-canônica.

 

5. Site oficial de George R. R. Martin

Em casos normais, o site oficial do autor seria a principal fonte de informações valiosas. Mas Martin como Martin é lacônico, esquivo e reservado sobre a trama de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, seu site não é a melhor fonte para pesquisas.

Com efeito, o site está bastante desatualizado. A última entrevista armazenada na seção “Interviews” data de 2014. Certos sites de fãs em “Fan Site Directory” nem existem mais ou perderam completamente sua relevância há anos. As seções “What I’m Reading” ou “What I’m Watching” estão paradas no tempo.

Nova Imagem
Site Oficial de George R. R. Martin

Atualmente, a importância da página está calcada na seção em que foram disponibilizado capítulos dos manuscritos de “O Mundo de Gelo e Fogo” e “Os Ventos do Inverno” (chamado “Book Samples“), nas raras notícias publicadas em “Current News” e, especialmente, no blog de Martin, denominado “Not a Blog“, recentemente incorporado ao site (anteriormente hospedado por LiveJournal.com).

O blog foi inciado em 2005 e é um dos meio de comunicação direta entre o autor e os leitores. Não só é uma fonte de notícias mais atualizada do que a página principal do site oficial, como um dos principais meios de comunicação direta entre o autor e os leitores.

Nos comentários de diversas postagens, é comum ver Martin respondendo a perguntas para esclarecer e complementar material dos livros, nos mesmo moldes das interações compiladas nos SSMs no site Westeros.org. Portanto, as informações ali reveladas tem valor semi-canônico.

Existe um índice de todas as revelações relevantes feitas por George no Not a Blog, compiladas pelo usuário “brydenbfish” (nickname de Jeff Hartline). Contudo, o índice foi atualizado pela última vez em 2016, razão pela qual não está completo.

 

6. A Wiki of Ice and Fire

Como o nome sugere, trata-se de uma wiki dedicada ao universo de “As Crônicas de Gelo e Fogo”. A página é hospedada no domínio Westeros.org, mas é um projeto colaborativo mantido por uma comunidade de editores do mundo todo.

Nova Imagem2
Página inicial da “A Wiki of Ice and Fire”

Naturalmente, essa wiki padece dos mesmos problemas que a Wikipédia no que diz respeito a exatidão e rigor das informações e no tratamento das fontes. Ainda assim, a wiki conseguiu suplantar “The Citadel” em relevância para pesquisa, pois naquela a verificabilidade das informações é mais fácil naquela do que nesta.

Em resumo, esta wiki pode às vezes não estar correta, mas concentra fontes confiáveis e úteis para pesquisa como nenhum outro projeto ou site, apesar de que nenhuma informação nela tenha qualquer canonicidade em si mesma.

Existem diversas wikis em outros formatos e línguas, mas nenhuma é de longe tão completa ou atualizada como a “A Wiki of Ice and Fire”.

De fato, uma postagem na página “Westeros” no facebook (mantida por Elio e Linda),  feita no contexto da 75ª Worldcon em Helsinki, anunciou: “George R. R. Martin fala sobre […] a http://awoiaf.westeros.org/ o ajudar a monitorar os detalhes de #ASoIaF”.

 

Anúncios